• Instagram

Mais de 800 pessoas são atendidas com a Caravana Juventude com Ciência em Cajari

Em 25/11/2019

Caravana Juventude com Ciência em Cajari (Foto: Divulgação)

Em dois dias de Caravana mais de 800 pessoas foram atendidas pelas ações desenvolvidas pelo Juventude com Ciência no povoado Gameleira em Cajari. As atividades aconteceram na Escola Municipal Raimundo Lobão na última quinta (21) e sexta-feira (22), com oficinas de experimentos científicos, promoção audiovisual e negócios para microempreendedores.

Os 20 estudantes extensionistas do IEMA UP Itaqui-Bacanga, UP Bacabeira e do Centro de Ensino Integral Dorilene Silva Castro levaram as atividades de extensão voltadas para a educação, trabalho e geração de renda, com o objetivo de levar mais para as cidades através da juventude, alternativas e oportunidades de transformação social. Acompanhados pelos professores orientadores, os estudantes tiveram a oportunidades de transmitir a comunidade local, todo conhecimento construído durante estudos que tiveram para a extensão.

Além das oficinas dos estudantes, a Caravana ainda contou com os atendimentos do Balcão Cidadão do Viva que emitiu CPF, declarações, consultas, dentre outros. E também da Força Estadual de Saúde com consultas médicas, especializadas e com vacinação de rotina.

Melissa Rabelo, aluna do IEMA de Bacabeira, que participou das atividades pelo projeto Cinerama que levou a história do cinema para a comunidade, aborda como a experiência de extensionista agrega valores. “É uma experiência incrível, pois eu pude conhecer várias pessoas e ver uma realidade totalmente diferente da sua, aprendendo algo novo e assim voltamos dessa viagem com um olhar diferente. Minha primeira vez como extensionista e tenho aprendido mais que ensinado”, afirmou a estudante.

“As crianças que foram na oficina de cinema, na maioria nunca tinham visto uma câmera, e até mesmo um celular. Isso me mostra o quanto essas ações simples, podem impactar na vida das pessoas”, completou Melissa.

A Secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, afirma o quanto as atividades desenvolvidas pelo Juventude com Ciência têm um impacto positivo tanto na comunidade que recebe, quanto na vida dos estudantes que fazem a extensão. “Este projeto é extremamente importante, pois fazer extensão no ensino médio agrega vários elementos na formação educacional, social e cidadã da juventude. Proporcionar espaços de troca de conhecimento, como as caravanas, fortalecem cada vez mais o nosso objetivo de estado que é educação como ferramenta de transformação social”, concluiu.

Ciência na comunidade, jovens extensionistas do Juventude com Ciência explicando experimentos (Foto: Divulgação)

O projeto “Com ciência na comunidade: ser sujeito da própria experiência” levou experimentos científicos, com a explicativa de como a ciência pode ser entendida de forma acessível e prática. A estudante Girlene Vitória de 10 anos que mora no povoado ficou encantada com os experimentos. “Eu estou muito feliz, é muito legal fazer os experimentos. Nunca tinha visto a água mudar de cor e nem ela pegar fogo”, comentou.

Profº Raimundo Carvalho, Centro de Ensino Integral Dorilene Silva Castro, destacou a importância de fazer extensão no ensino médio e que popularizar a ciência é democratizar a educação. “Este projeto de fazer ciência na comunidade, surgiu durante uma eletiva na escola e para mim é muito gratificante trazer a ciência para lugares distantes, na qual na maioria só tiveram contato com a ciência em livros e agora podem ver pessoalmente. E agora o conhecimento passa a ser não mais só da imagem, da aparência e sim do conhecimento real”, finalizou.

 

Juventude com Ciência

O Edital Juventude com Ciência, lançado pelo Governo do Estado, por meio das secretarias de Estado da Juventude (Seejuv) e dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) tem como objetivo apoiar projetos de extensão aplicados no Ensino Médio. As Caravanas são realizadas nos municípios do Plano Mais IDH e desde 2017 já passou em 8 municípios.

Click to open larger map

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br