• Instagram

Empoderamento das Meninas é temática do mês de outubro da campanha Juventude Prevenida

Em 24/10/2019

Lançada no dia 11 de outubro, Dia Internacional das Meninas, a campanha Juventude Prevenida traz a temática do Empoderamento das Meninas e Igualdade de Gênero para a edição do mês de outubro, com o mote “Juventude Prevenida luta pelo Empoderamento das Meninas”. O objetivo é fortalecer a estratégia dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável no Estado do Maranhão, proporcionando um espaço de diálogo sobre o protagonismo das jovens e meninas.

Construção do mural do empoderamento

Construção do mural do empoderamento

O lançamento aconteceu no Centro de Ensino Prof Mário Martins Meireles, com a presença da secretária da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), Tatiana Pereira; da secretária adjunta de Projetos Especiais, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Karen Barros, e da jovem Bruna Lima, adolescente dos projetos da Plan International Brasil que, no Dia da Menina, ocupou o cargo de Secretária da Juventude por um dia.

A secretária Tatiana Pereira enfatizou a necessidade de oferecer temas como o empoderamento feminino para o diálogo com a juventude. “Este mês temos uma pauta muito importante que é Outubro Rosa, mas também trazemos em pauta os direitos das meninas. É de suma importância realizar diálogos com essa temática, para empoderar nossas meninas, fomentar a participação nos espaços de poder e principalmente garantir protagonismo e direitos” afirmou.

Ações de empoderamento 

Oficina de autoestima e empoderamento

Oficina de autoestima e empoderamento

De 14 a 18  de outubro, em São Luís, foram realizadas Ações do Empoderamento, com os jovens do CIEE, Centro Educacional Profissional do Coroadinho, UEB João Lima Sobrinho e do Centro de Cultura Negra do Maranhão.
Com bate-papo sobre empoderamento, oficina de autoestima, cuidado e comunicação, os jovens levantaram questões de gênero e de sororidade na luta pela igualdade.

A jovem Maria Eduarda, aluna da UEB João Lima Sobrinho falou de como a atividade foi importante para adquirir novos conhecimentos. “Este momento foi muito importante para mim. Aprendi coisas novas e, principalmente, a importância de me posicionar, de reafirmar minha identidade e de lutar junto com as outras meninas” declarou.

Ana Célia de Sousa, coordenadora do Projeto Juventude Prevenida, destaca as atividades como elo para que as meninas se reconheçam e lutem por seus direitos. “Essa temática é muito importante, pois as atividades desenvolvidas auxiliam as meninas a se reconhecerem, a serem protagonistas da sua vida, da própria história e para juntas lutarem por seus direitos” afirmou.

Click to open larger map

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br