• Instagram

Em menos de dois meses, governo encaminha 270 jovens ao mercado de trabalho

Em 22/04/2019

Caminhando na contramão de um cenário de precarização do trabalho e emprego em nível nacional, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), tem ampliado o encaminhamento de jovens ao mercado de trabalho. Apenas no mês de março e início de abril, 270 jovens foram encaminhados e estão tendo a primeira experiência profissional.

As oportunidades surgiram a partir do programa Mais Aprendiz, que tem o objetivo de promover a aprendizagem profissional por meio da capacitação gratuita de jovens de 14 a 24 anos em todo o estado. Através do programa, o jovem tem a oportunidade de desenvolver habilidades profissionais, conciliando a prática e a teoria, tendo uma carga horária trabalhada e outra com a qualificação em sala de aula. O aprendiz tem ainda o direito a uma bolsa auxílio de acordo com a função desenvolvida e, ao término do contrato de aprendizagem, pode ser absorvido no quadro efetivo da empresa.

Com as vagas no sistema, por meio do Sistema Nacional e Empregos (Sine), a Setres faz a convocação, alinhamento e encaminhamento dos jovens ao mercado de trabalho. O cadastro dos interessados é feito nas agências do Sine, sendo necessária a carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência.

Emprego e planos

Entre os 270 jovens encaminhados, 183 são do município de Bacabal e trabalharão em lojas das empresas Odonto Company e Francyane Negócios. Uma das jovens bacabalenses encaminhadas, Ismaíne Rodrigues, de 21 anos, destaca a conquista do emprego através da atuação da Setres, através do Sine.

“O Sine abre muitas portas para nós de Bacabal e de outras cidades da região. Nos dá oportunidades de conseguir emprego com carteira assinada”, disse agradecida.

Já em São Luís, foram 87 jovens encaminhados para trabalhar na Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e nas lojas da empresa Potiguar. Jovens como Jeferson Costa, de 17 anos, que ao ser encaminhado para o seu primeiro emprego, já fazia planos de como investiria no seu futuro.

Jeferson Costa faz planos de cursar uma faculdade após oportunidade de trabalho (Foto: Divulgação)

 

“Pretendo aproveitar bem essa oportunidade que o SINE está me oferecendo de ter meu primeiro emprego. É uma oportunidade de ter uma profissão, ganhar meu dinheiro próprio e fazer uma faculdade”, contou empolgado.

Os empresários também agradecem a atuação do Sine e do programa Jovem Aprendiz na intermediação de mão de obra. Francyane Sousa, proprietária da empresa Francyane Negócios, destacou o trabalho de seleção e encaminhamento realizado pelo sistema. “Através do encaminhamento feito pelo Sine, temos conseguido encontrar os perfis certos para atuar na nossa empresa, e ainda dá oportunidade para tantos jovens de Bacabal”, ressaltou.

Captação de vagas

O secretário de estado do Trabalho e da Economia Solidária, Jowberth Alves, destaca o trabalho realizado nos primeiros meses da nova gestão da Setres, no intuito de intensificar a captação de vagas de emprego no Maranhão, diante de uma das mais graves crises econômicas nacionais.

“Estamos há poucos meses à frente da pasta, pensando e buscando alternativas. Uma coisa que a gente vai intensificar é justamente a captação de vagas na iniciativa privada e já temos algumas coisas discutidas”, afirma. O titular da Setres explica que vem mobilizando sua equipe de trabalho para atrair novos investidores e, com isso, gerar mais emprego e renda para os maranhenses.

“Estamos abrindo um grupo de trabalho dentro da Setres para captação de vagas. Ou seja, vamos visitar empresas, empresários, promover conversas com empresas fora do Estado, para que façamos essa inter-relação de forças”, diz.

Mais Aprendiz

Visa assegurar a adolescente e jovens de 14 a 23 anos, oportunidades de aprendizagem no mercado de trabalho, com todos os direitos trabalhistas assegurados e regularmente matriculados em cursos de formação técnico-profissional no Sistema S, conforme a Lei a Aprendizagem. A Setres busca a inserção desse público por meio da intermediação de mão de obra, realizando a captação das vagas junto às empresas.

Click to open larger map

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br