• Instagram

ARTIGO – Um novo caminho para o jovem maranhense!

Em 31/12/2018

Tatiana Pereira

Por Taiana Pereira

Secretária de Estado da Juventude

O Maranhão tem vivido um novo momento ao longo desses últimos quatro anos. Com ações pontuais e estruturantes, o Governo do Estado garantiu mais direitos e ampliou oportunidades para todos e todas os/as maranhenses. Esse novo momento do estado tem reflexo, de maneira especial, na juventude, com ações específicas em todas as áreas que apontam para o resgate da cidadania do jovem maranhense. Saímos da inexistência de políticas públicas, para uma expressiva marca de mais de 100 mil jovens beneficiados com ações estruturantes realizadas de forma transversal pelo Governo Flávio Dino. São mais de 30 ações – diretas e indiretas, envolvendo diversas secretarias do governo que interagem conjuntamente para viabilizar o amplo programa de ações, formando, assim, uma rede de promoção e inserção da juventude do Estado. Mais do que ações superficiais e políticas de governo, temos hoje políticas de estado, que garantem direitos, ampliam oportunidades e transforma, de fato, a vida dos jovens maranhenses.

Esse tempo novo de resgate da cidadania da juventude maranhense, tem como base uma Educação que oportuniza e garante mais dignidade com políticas públicas que seguem um caminho com de ações que vão desde os primeiros anos escolares até a universidade criando condições para a plena formação integral do jovem maranhense.

A principal ação desse caminho é o ‘Escola Digna’, maior programa de construção e recuperação de colégios públicos da história do Maranhão. Implantado desde o primeiro ano da gestão Flávio Dino e coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o programa substitui escolas que eram de barro e taipa, cobertas de palha, por prédios de tijolos e telhas. Além das obras estruturais, o Escola Digna contempla as unidades com móveis, equipamentos, climatização, fardamento, livros e outros itens que tornam possível o aprendizado a milhares de crianças e adolescentes maranhenses. O programa também requalificou 70% das escolas da rede estadual de ensino, que também receberam a revitalização de suas bibliotecas e laboratórios de informática. Mas não foram apenas reformas, o Estado construiu e equipou em quatro anos, um total de 151 escolas em todo o Maranhão. Somando a construção e requalificação, o Governo do Estado superou a marca de 840 obras entregues em todo o estado. Além disso, já foram implantadas 49 unidades de tempo integral, sendo 36 centros de tempo integral e 13 unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), tendo atualmente mais de 13 mil estudantes matriculados nas unidades.

Ainda no contexto da formação técnica, o Iema disponibiliza vários cursos de capacitação profissional em duas modalidades: nas 13 unidades vocacionais construídas em parceria com prefeituras municipais e nos diversos cursos ofertados no sistema FIC (Formação Inicial e Continuada).

Para garantir a permanência dos adolescentes e jovens na escola, o governo criou o ‘Bolsa Escola’. Com coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), o programa consiste na transferência de renda para estudantes da rede pública de ensino, com idade de 4 a 17 anos, para compra de material escolar. São 1,2 milhão de beneficiados em todo o estado, a partir da injeção de R$ 59 milhões na economia.

Seguindo o caminho, a gestão estadual oportuniza formação e inclusão cultural através do acesso de jovens estudantes de vários municípios do estado a equipamentos históricos, culturais, artísticos, turísticos e de lazer de São Luís, como museus, teatros, bibliotecas e casas de cultura. Essa oportunidade é dada pelo projeto ‘Tour Jovem Cidadão, coordenada pela Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), que contribui para a formação cultural e o pertencimento histórico e étnico-racial de jovens e adolescentes. Em 2017, mais de 2 mil jovens de 42 municípios participaram da ação.

O incentivo a pesquisa e extensão no Ensino Médio, algo inédito no Maranhão e pioneiro em todo o Brasil, também integra o conjunto de ações que contribui para a formação integral do jovem maranhense. Através dos editais ‘Geração Ciência’ e ‘Juventude com Ciência’, promovidos pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e Seejuv, o Governo do Estado incentiva e financia projetos de pesquisa, extensão e desenvolvimento cultural no ambiente escolar.

O ‘Geração Ciência, que apoia projetos de pesquisa de alunos do ensino médio, já destinou mais R$ 3 milhões para o financiamento de mais de 320 projetos de pesquisa, beneficiando mais de 1.200 alunos de escolas públicas. O ‘Juventude com Ciência’ leva projetos de estudantes e professores do ensino médio para as cidades com menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do estado.  A primeira edição da ação em 2017 contou com a participação de mais de 80 alunos de escolas de Ensino Médio. No total, 12 projetos de melhorias para comunidades foram financiados pelo Governo do Estado em quatro municípios, com investimento de mais de R$ 200 mil. Nesta edição as atividades foram realizadas nos municípios de São João do Sóter, Centro Novo do Maranhão e Lagoa Grande. Em dois fins de semana, mais de 80 estudantes realizaram 13 oficinas nos três municípios, que tiveram a participação de mais de 600 pessoas. Esses números fazem com que o incentivo à pesquisa e extensão no Ensino Médio, saia do 0 para quase R$ 5 milhões de recursos investidos em apenas três anos.

Ainda no contexto escolar, o Governo apoia e incentiva o protagonismo da juventude. Por meio do projeto ‘Emaranhando Sonhos’, coordenado pela Seduc, estão sendo realizados Encontros de Grêmios Estudantis em todo o Maranhão, com etapas regionais e estadual, com o intuito de fortalecer e empoderar os estudantes dentro dos espaços escolares para que eles possam ter mais iniciativa dentro da construção de um espaço mais crítico e participativo das escolas. O processo de etapas regionais durou quase três meses, onde foram realizadas as etapas nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) em uma ação que mobilizou cerca de 5.472 estudantes da rede públicas estadual de ensino. A etapa estadual do I Encontro de Grêmios Estudantis teve a duração de três dias, sendo eleitos nesse período, os 500 jovens eleitos como delegados que representaram os grêmios estudantis de 501 Centros de Ensino, de 207 municípios.

Após concluir a escola, é chegada a hora de ingressar em uma universidade. Por meio do ‘Aulão do Enem’, realizado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o governo leva uma megarevisão aos estudantes que prestarão o Exame Nacional do Ensino Médio. Em três anos mais de 70 mil estudantes em mais de 150 cidades do estado participaram dos aulões.

E já tendo chegado à graduação, jovens de 18 a 24 anos egressos do ensino público podem aperfeiçoar um segundo idioma e entrar em contato com a cultura de outro país, por meio do projeto de intercâmbio ‘Cidadão do Mundo’, também coordenado pela Secti. Com as despesas pagas pelo governo, os intercambistas seguem para destinos onde podem desenvolver o espanhol, o inglês e o francês. Em quatro edições do programa, mais de 300 estudantes já foram beneficiados com o intercâmbio.

E se o jovem mora em um município e cursa a faculdade em outro? Aí ele pode concorrer a uma bolsa de R$ 800 do programa ‘Cartão Transporte Universitário’. Coordenado pela Seejuv, o a ação beneficia estudantes universitários matriculados em cursos presenciais e com regime diário de aulas em instituições de ensino superior públicas ou privadas situadas no Maranhão e em estados circunvizinhos, com distâncias de mais de 100 km (somadas ida e volta) entre a cidade onde reside e o município onde estudam, amenizando assim o impacto econômico e incentivando a permanência e a continuidade dos estudos. Em dois anos foram beneficiados, mais de 3 mil jovens em cerca de 200 municípios.

Todas essas ações, realizadas de forma transversal em todas as instâncias da gestão estadual, apoiam e incentivam o jovem maranhense durante seu caminho de formação integral, garantindo as condições de tornar-se cidadão do mundo, ampliando as oportunidades no mercado de trabalho e tornando-se protagonista das mudanças necessárias para a sua vida e de todo o estado, além de evidenciar que a juventude maranhense têm sido pautada como prioridade de governo nos quatro anos de gestão.

Click to open larger map

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br